Sustentabilidade na gestão em saúde - Doctoralia

Até pouco tempo atrás, a preocupação com a sustentabilidade era considerada um diferencial no mercado brasileiro. Entretanto, com a crescente conscientização do público, os diversos problemas enfrentados por todo o mundo em decorrência da falta de responsabilidade ambiental e as previsões alarmantes para um futuro próximo, adotar uma postura sustentável se tornou indispensável.

No caso de hospitais, clínicas e consultórios, já que zelam pela saúde de seus pacientes, nada mais coerente do que minimizar o impacto causado ao meio ambiente e incentivar as pessoas a manterem hábitos mais sustentáveis. Afinal, a preservação dos recursos naturais tem impacto direto em nosso bem-estar e qualidade de vida.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, hospitais são responsáveis por cerca de 10% do consumo de toda a energia comercial no Brasil, o que demonstra a necessidade de mudança no setor. Colocar atitudes sustentáveis em prática, além de colaborar com a preservação do meio ambiente e gerar valor para a marca, também é uma maneira de reduzir custos, refletindo na lucratividade do negócio.

Os gestores exercem papel fundamental na implementação da sustentabilidade como um dos principais pilares de hospitais e clínicas. Tomar decisões ambientalmente responsáveis, mudar pequenos hábitos do dia a dia e contagiar a equipe por meio do exemplo são formas de tornar o estabelecimento eco-friendly. 

A seguir, damos 6 dicas para aplicar uma gestão ambientalmente consciente em seu estabelecimento de saúde. Confira!  

Priorize a contratação de fornecedores locais

Ao contratar fornecedores locais, seu hospital ou clínica reduz o impacto ambiental gerado pelo transporte, ou seja, evita a emissão de gases veiculares responsáveis por grande parte da poluição atmosférica.

Além disso, você valoriza o comércio da região, contribuindo com o seu desenvolvimento e fomentando a economia. Como consequência deste incentivo, toda a sociedade é beneficiada. 

Valorize os recursos naturais 

Priorizar a iluminação e ventilação naturais é um princípio fundamental da arquitetura moderna. Se o espaço onde sua clínica ou hospital está instalado é antigo, analise a realização de uma reforma ou ao menos o replanejamento dos cômodos. De acordo com a Mega Curioso, o 7° negócio que mais utiliza energia elétrica no Brasil são os hospitais e clínicas médicas.

Sustentabilidade na gestão de hospitais e clínicas - Doctoralia

Seguir a orientação correta dos ventos e da trajetória do sol pode controlar a intensidade de calor e, consequentemente, amenizar o uso de climatizadores. Outro fator que contribui com a eficiência energética do ambiente é o paisagismo. A presença de plantas ou de um espelho de água podem diminuir a temperatura de 3°C a 5°C.

A instalação de um telhado verde, um brise-soleil (quebra-sol) e a escolha do local adequado para a implantação do sistema central de ar-condicionado também colaboram com a economia de energia.

Planeje com atenção especial o descarte de resíduos

A Anvisa e a legislação federal (nº 237) estabelecem regras referentes ao descarte de resíduos sólidos para todos os estabelecimentos médicos, mesmo aqueles que não enxergam a sustentabilidade como algo essencial. É exigido o planejamento de cada etapa do descarte dos resíduos, assim como sua separação por tipo e grau de risco.

Uma das maneiras de realizar esta gestão é seguindo o Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS), um documento que contempla a geração, segregação, acondicionamento, coleta, armazenamento, transporte, tratamento e destinação final de resíduos. O PGRSS tem o objetivo de reduzir a geração de lixo hospitalar e garantir seu descarte adequado.

Porém, seguir as normas não é suficiente para negócios que desejam se destacar, é preciso ir além. O primeiro passo é desenvolver uma consciência coletiva, orientando toda a equipe sobre a separação do lixo e sua importância. Assim, você garante o real engajamento dos colaboradores e pode contar com sugestões de melhorias e novas ideias.

Conscientize a equipe sobre o desperdício

Assim como mencionamos no item anterior, é preciso envolver os colaboradores e visitantes na nova política ambiental para criar um hospital ou clínica sustentável. Campanhas de conscientização e divulgação das práticas sustentáveis, palestras sobre o tema com profissionais renomados da área e visitas técnicas são exemplos de ações que firmam o compromisso da empresa com o meio ambiente.

É essencial que todos os membros da equipe, independente de níveis hierárquicos, sintam que têm papel importante na missão de preservar o planeta. E ninguém melhor para incentivar a consciência ambiental no ambiente de trabalho do que os gestores, diretores e presidentes. O exemplo é uma poderosa estratégia de engajamento.

Uma dica interessante é oferecer recursos para que os colaboradores criem uma rotina sustentável, como disponibilizar canecas para reduzir o uso de copos plásticos e sinalizar as lixeiros de acordo com o material a ser descartado. 

Digitalize documentos, exames e informações

O uso de agenda de papel, a impressão frequente de arquivos, a necessidade de cópias impressas da documentação dos pacientes e o hábito de fazer anotações em post-its e cadernos são atitudes que podem ser facilmente mudadas para evitar a utilização irresponsável do papel, além de colaborar com a organização e otimização de tarefas.

Um CRM completo, integrado e com foco em profissionais e centros médicos é a melhor alternativa para a digitalização de processos em sua rotina. Um exemplo é o TuoTempo, solução da Doctoralia que une diversas ferramentas em uma única plataforma intuitiva, simples e prática.

Sustentabilidade na gestão hospitalar - Doctoralia

Com TuoTempo, seu centro médico conta com agendamento online, envio de campanhas de marketing e lembretes para as consultas, check in facilitado, pagamento online e relatórios de performance. Além disso, um app personalizado com a identidade visual da sua marca facilita o acesso à informações tanto pelo especialista quanto pelo paciente. 

Outro benefício extremamente relevante de TuoTempo é a segurança no armazenamento de informações. Com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) prestes a entrar em vigor no Brasil, todas as empresas precisarão seguir estritas normas de segurança. O CRM da Doctoralia já está de acordo com as regras vigentes na União Europeia, oferecendo informações criptografadas utilizando a tecnologia da Microsoft para a proteção de dados.

Banner_Blog_Sustentabilidade

Incentive a experiência online 

Além de proporcionar mais praticidade e agilidade para o paciente, ferramentas online contribuem para a adoção de hábitos sustentáveis por parte do paciente, já que incentivam o uso responsável do papel, excluem a necessidade de realizar diversas ligações telefônicas e permitem o acesso online ao histórico médico e exames. 

Por meio do envio de campanhas de marketing via WhatsApp ou SMS, lembretes de consultas e convites para a publicação de avaliações, seu centro estimula um comportamento mais digital e eleva a experiência do paciente.