Dr Willian Carmo Rezende

Willian Rezende do Carmo é Neurologista no Corpo Clínico do Sírio-Libanês e do BP Mirante e proprietário da Clínica Regenerati, em São Paulo, que hoje atua com 16 especialistas e 10 funcionários. Dono de um currículo e de uma reputação respeitáveis, o especialista mineiro nos contou como deu uma guinada em sua carreira e chegou à sua posição atual.

Tudo começou quando ele decidiu assumir os maiores desafios da carreira: deixar sua zona de conforto para buscar um novo mercado e investir no próprio consultório. Daí também surgiu a necessidade de investir em marketing para carreira e de criar seu perfil na Doctoralia, como ele explica nesta entrevista.

Há quanto tempo está formado e quais foram os principais desafios para se estabelecer profissionalmente?

Sou mineiro e médico formado pela Universidade Federal de Minas Gerais, mas nunca conquistei a autonomia e credibilidade que buscava enquanto estive na minha região, então decidi mudar e tentar a sorte em São Paulo.

O começo foi difícil. Cheguei sem conhecer ninguém, trabalhei em zonas periféricas e não escolhia trabalho, mas aos poucos as pessoas foram percebendo meu profissionalismo, até que cheguei à coordenação de um hospital. Isso me proporcionou novas oportunidades, estive à frente de mais alguns centros de saúde, mas foi justamente nesse momento em que tomei o ato de maior coragem da minha carreira: deixar a zona de conforto de estar empregado por uma instituição e abrir o meu próprio consultório.

Eu queria ser um profissional que realmente dedicasse mais tempo aos atendimentos e oferecesse mais suporte para os meus pacientes. E sabia que só conseguiria trabalhar dessa forma se tivesse total autonomia.

Coincidentemente, nessa época tive uma paciente que era jornalista e justamente trabalhava com marketing em saúde. Quando soube que eu abriria meu próprio consultório, ela me questionou: "Como os novos pacientes vão te conhecer"? E foi graças a uma de nossas conversas que comecei a investir no marketing da minha profissão, no momento certo.

Muitos profissionais da área da saúde ainda resistem à Internet. Como foi sua experiência e como ela te ajudou profissionalmente?

Comecei pequeno e agora tenho uma clínica formada por 16 médicos e mais 10 profissionais. Foi rápido porque eu estava determinado.

quotes Chegava em casa e ia estudar marketing, criar conteúdo, responder perguntas, eu me esforcei muito. Estudei marketing e gestão para aprender administrar meu consultório como uma empresa, porque ele precisa se pagar, é muito fácil ter prejuízo nessa área".

Também sempre fui muito conectado, naturalmente, e hoje conto inclusive com uma agência como suporte. Já fiz cursos de marketing e continuo estudando. Mantenho meu perfil na Doctoralia há mais de três anos e vejo que a Internet é o futuro.

As pessoas não buscam mais um médico só na opinião de um conhecido. As opiniões na Internet sobre um profissional da saúde viraram o mesmo que opiniões sobre um restaurante, em que você decide se vai ou não. Boca-a-boca offline já não é mais a única referência do paciente. Muitas vezes eles não sabem nem qual especialista eles devem procurar pro seu sintoma e vão primeiro para a Internet se informar.

Aliás, você tem uma reputação impecável na Doctoralia. Além do conhecimento técnico, o que acha que o fez ser tão bem avaliado pelos pacientes?

Meu engajamento com o caso deles e a resolutividade. Eu realmente me dedico aos meus pacientes, deixo meu telefone pessoal, faço questão que ele se sinta ajudado. O paciente quer seu problema resolvido, e não necessariamente será por mim. Muitas vezes meu papel é ajudá-los a encontrar o caminho certo, que às vezes passa por indicá-lo um outro especialista que vai complementar o tratamento. Por isso, sempre gosto de pensar que sou um especialista, mas também um generalista.

Ninguém quer pedir ajuda para um médico, pagar e se sentir sem relevância. Mesmo sendo um médico jovem e pouco conhecido, muitos pacientes passaram por mim no início porque eu dava atenção. Sempre reservei tempo pra dar a assistência ao que eles demandavam.

E como a Internet te ajuda a promover a sua especialidade, já que muitos pacientes não têm claro o campo de atuação da neurologia?

Videos - Willian rezende castroO primeiro vídeo que gravei para a Internet foi justamente sobre esse tema: Quando devo ir a um neurologista, porque muitas pessoas não sabem o que faz ou em que ocasiões procurar um neurologista. E o vídeo é um formato que funciona muito bem neste caso. Depois segui para vídeos abordando os sintomas que são tratados pelo neurologista e que comumente são desconhecidos. Eu busco usar a Internet como suporte para mostrar o quão completa é minha especialidade, de forma simples e abrangente, resgatando os termos mais usados no dia-a-dia quando nos referimos aos nossos sintomas físicos e assim vou criando conteúdos.