segurança de dados dos pacientes e consultorio

Alguma vez você já perdeu seu celular e junto se foram todos os seus contatos, fotos, músicas, senhas e mensagens? A não ser que se tenha um backup de todos esses itens, perdê-los é como perder uma parte da nossa vida pessoal e ainda correr o risco de ter essas informações acessadas por outras pessoas...

Isso porque os dados têm um valor inestimável. Grandes empresas como o Facebook, por exemplo, estão passando por sérias crises de confiança depois que o vazamento de dados de seus usuários vieram a público. A gravidade desses vazamentos é tão alta que se refletiu diretamente na perda de capital e de valor de mercado da empresa.

É por isso que cada vez mais ouvimos falar sobre a segurança e a privacidade de dados e o tema movimenta investimentos milionários em todo mundo.

Quando levado para a realidade dos consultórios e centros de saúde, os dados se traduzem em contatos dos pacientes, informações sobre consultas, transações financeiras, histórico com planos de saúde... Perder todas essas informações seria equivalente a perder os ativos mais valiosos do seu negócio e ainda expor a privacidade dos seus pacientes.

A seguir você vai encontrar práticas simples e importantes para facilitar o armazenamento e a segurança de dados de pacientes e do consultório como um todo.

Proteção de dados na área da saúde

O vazamento de dados de pacientes pressupõem punições bastante rigorosas pelos Conselhos de Medicina e também pelo Código Civil e podem acarretar inclusive processos de danos morais.

Logo, proteger os dados que são gerados em sua clínica ou consultório é um dever de todos que manuseiam essas informações e o assunto deve ser tratado como responsabilidade compartilhada.

Diretrizes de segurança

Muitas instituições de saúde já contam com políticas de segurança e diretrizes de confidencialidade de dados, conhecidas e aplicadas por todos os funcionários que trabalham no negócio. Nestes documentos, você deve responder questões como:

  • Quem está autorizado a acessar os dados dos seus pacientes.
  • O que pode ser compartilhado com outras áreas.
  • Onde esses dados podem ser acessados (limitações físicas).
  • O que são considerados dados sensíveis para a o negócio.
  • Como será feito o armazenamento dos dados e por quanto tempo.

Também é recomendável que se estabeleça um termo de consentimento de uso desses dados, além de um termo de confidencialidade dos funcionários.

Quando os dados são armazenados fisicamente, como em arquivos e agendas de papel, é preciso ter ainda mais cuidado, uma vez que eles estão mais expostos a falhas humanas e suscetíveis a danos. Você deve organizar processos para evitar estragos ocasionados pela ação do tempo, extravios e acesso de pessoas não autorizadas.

Do papel ao digital

Além de facilitar o acesso à informação e à gestão dos dados, quando o armazenamento de dados é feito em uma plataforma digital, você pode adicionar uma camada de segurança extra aos seus dados. Para isso, algumas medidas de segurança precisam ser adequadas, veja na imagem abaixo.

 Segurança de Dados do Consultorio


Na Doctoralia, seus dados e de seus pacientes estão seguros! Veja como cuidamos desse assunto!